Polícia Federal

Pai é preso por produzir imagens pornográficas das próprias filhas

Um homem foi preso em flagrante por produzir e armazenar arquivos contendo imagens pornográficas de crianças, inclusive envolvendo suas filhas.

03/10/2019 19h32
Por: Expresso Notícia
Fonte: BHAZ
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (3) a Operação XCLOUD, para o combate ao abuso sexual infantil e sua divulgação pela Internet. Foi cumprido um mandado de busca e apreensão e um de prisão preventiva no município de Arujá (SP), expedidos pela Justiça Federal de São Paulo.

Um homem foi preso em flagrante por produzir e armazenar arquivos contendo imagens pornográficas de crianças, inclusive envolvendo suas filhas.

A operação foi batizada de XCLOUD em referência ao acusado tirar fotos da tela do computador contendo pornografia infantil e armazenar na nuvem. A empresa americana, ao verificar as imagens, realizou uma denúncia para a Polícia Federal brasileira.

O investigado responderá pelos crimes de produção de arquivos de pornografia infantil e posse de arquivos de pornografia infantil, previstos no Estatuto da Criança e do Adolescente, nos artigos 240 e 241B, com penas de 4 a 8 anos de prisão e 1 a 4 anos de reclusão, respectivamente.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.