Paraná

Marido mata a mulher e deixa bilhete ao lado do corpo: ‘Matei porque te amo’

O idoso fugiu após o crime, mas deixou dois bilhetes ao lado do corpo da companheira. Em um deles, escreveu: “Marisa, te matei porque te amo. Vá com Deus amiga querida”.

11/09/2019 19h09
Por: Expresso Notícia
Fonte: BHAZ
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A Polícia Civil do Paraná começou a investigar as circunstâncias do assassinato de uma mulher de 54 anos ocorrido nessa terça-feira (10) na cidade de Piraquara, na região metropolitana de Curitiba. A vítima foi atacada a facadas pelo próprio marido, um homem de 70 anos. O idoso fugiu após o crime, mas deixou dois bilhetes ao lado do corpo da companheira. Em um deles, escreveu: “Marisa, te matei porque te amo. Vá com Deus amiga querida”.

De acordo com a Polícia Militar (PM), o homem e a mulher moravam juntos há quatro anos em uma casa no bairro Eldorado. Testemunhas contaram que eles brigavam com frequência e que o idoso fazia uso constante de bebida alcoólica. Ele também já teria ameaçado matar a mulher em outras ocasiões.

No dia do crime, o homem teria atacado a mulher a facadas, escrito os bilhetes e, na sequência, avisado a enteada a respeito do assassinato. Depois de ir à casa da jovem, fugiu e não foi mais localizado. “Marisa foi a mulher mais querida da minha vida. Vá com Deus meu amorzinho”, diz o outro “recado” deixado pelo idoso.

O delegado da Polícia Civil de Piraquara, responsável pelas investigações, contou nesta quarta-feira (11) que os bilhetes deixados pelo homem são uma espécie de confissão do crime. “Vamos começar a ouvir os parentes e vizinhos para poder pedir a prisão preventiva do autor, que também parece ter uma passagem por estupro. Vamos representar pela prisão dele junto ao judiciário”, contou Antônio Macedo.

Macedo ainda faz um alerta para que mulheres observem o comportamento de seus companheiros, para que não se tornem vítimas de violência doméstica e feminicídio. “Infelizmente, as mulheres devem tomar cuidado e observar o comportamento de seus companheiros. Se ele tiver um ciúmes doentio, problemas com bebida, é melhor separar para evitar esse tipo de fatalidade”, diz.

O corpo da mulher foi encontrado pela filha dela. A vítima tinha um lençol que a cobria. Ela foi atingida por uma facada perto do coração. Agora, a Polícia Civil segue com as diligências para tentar localizar o suspeito, que deve responder pelo crime de feminicídio.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.