Minas

Criança é estuprada em matagal quando voltava da escola; mãe ignorou pedido de socorro do filho

O menino correu para a residência avisar a mãe sobre a abordagem, mas a mulher não acreditou.

05/09/2019 16h23Atualizado há 3 dias
Por: Expresso Notícia
Fonte: BHAZ
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Uma criança de 11 anos foi estuprada em um bananal enquanto voltava da escola em Jaíba, no Norte de Minas Gerais, nessa quarta-feira (4). A vítima estava em uma bicicleta com o irmão, quando foi abordada pelo autor, de 18 anos. O menino correu para a residência avisar a mãe sobre a abordagem, mas a mulher não acreditou na versão em um primeiro momento.

A vítima e o irmão, cuja idade não foi divulgada pela polícia, voltavam juntos em uma bicicleta após o fim da aula, por volta das 18h20. Os dois seguiam em direção à residência, que fica em uma vila na cidade com cerca de 38 mil habitantes. Eles perceberam que alguém os seguia e, quando passavam perto de um plantação de banana, o rapaz conseguiu derrubar a menina.

Em seguida, o autor arrastou a vítima para o bananal, sempre com uso de violência e grave ameaça. Logo após essa abordagem, o irmão da vítima saiu em disparada para avisar a mãe, que admitiu aos militares não ter acreditado na versão em um primeiro momento – mas não detalhou os motivos.

Como a filha estava demorando para chegar, a mulher resolveu ir ao local informado pelo garoto. Próximo à plantação de bananas, ela encontrou a filha, com as vestes desarrumadas, e o criminoso saindo. A mulher pediu explicações ao jovem, mas ele fugiu em uma bicicleta.

Em conversa com os policiais, a menina disse que foi estuprada e que teve a boca tampada pelo homem, pois assim não conseguiria pedir ajuda. A vítima ainda contou que por diversas vezes foi assediada pelo jovem, antes da prática do crime.

Tanto a menina quanto a mãe disseram conhecer o suspeito e passaram o endereço de onde o rapaz mora. Com a chegada da PM, o jovem fugiu e entrou em um matagal. Vizinhos contaram que o rapaz estava planejando fugir, pois tinha colocado suas roupas em uma mala.

A menina foi levada ao hospital de Janaúba para a realização de exames e a ocorrência encerrada para na Delegacia de Jaíba. Até o fechamento o B.O. o suspeito não foi preso. Segundo informações apuradas pela PM, o autor é pardo, possui tatuagens no antebraço e na perna esquerda, usava brinco, boné aba reta e uma bermuda tactel.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.