Expresso FM
Prisão perpétua

Brasileiro é condenado à prisão perpétua por matar mineira na frente da filha de 3 anos

Ricardo Godinho esfaqueou Aliny Mendes na frente da filha de 3 anos do casal.

19/07/2019 15h46
Por: Expresso Notícia
Fonte: BHAZ
Polícia de Foto: Surrey/Divulgação + Facebook/Reprodução
Polícia de Foto: Surrey/Divulgação + Facebook/Reprodução

O brasileiro Ricardo Godinho de 41 anos foi condenado à prisão perpétua por ter assassinado a mineira Aliny Mendes, de 39, na Inglaterra. A sentença foi determinada nessa quinta-feira (18) e ele deverá permanecer preso por, no mínimo, 27 anos.

A morte de Aliny, que teve um relacionamento com Ricardo, aconteceu em 8 de fevereiro e uma das filhas do casal, uma criança de 3 anos, presenciou tudo. No dia do crime, a mineira, que tem família residente em Belo Horizonte, tinha ido buscar os outros filhos na escola, quando o ex-esposo seguiu o ônibus em que ela estava. Assim que a mulher desembarcou, o homem a golpeou com uma faca por diversas vezes.

Além de ser considerado culpado pela morte, Ricardo foi condenado pela posse de arma perigosa. “Você deixou sua filha ver a mãe morrer”, disse a juíza da corte de Guildford Crown.

No julgamento, Ricardo confessou o homicídio culposo, quando não há a intenção de matar, dizendo que estava “cego de raiva” pela mulher e que no momento em que a atacou havia perdido o controle. Apesar dos argumentos, o júri entendeu que o crime foi planejado.

O tamanho da faca utilizada foi um dos fatores levantados para condenar Ricardo. “Ele tinha uma faca grande demais para ser deixada no bolso, como o réu alegara. Isso mostrava claramente que ele planejou o assassinato, em vez de perder o controle de algo que ela disse a ele”, afirmou a jurada Claire Gallagher.

O julgamento de Ricardo durou duas semanas e meia e pelo porte da faca foi acrescentado mais um ano de prisão na condenação.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.