Crueldade

Mãe e companheira são suspeitas de esquartejar corpo de menino de 9 anos

As mulheres foram presas em casa, onde os policiais encontraram duas mochilas com outras partes do corpo da criança.

01/06/2019 18h22Atualizado há 3 meses
Por: Expresso Notícia
Fonte: Itatiaia
Foto: Divulgação PM
Foto: Divulgação PM

Uma mãe e a companheira dela foram presas neste sábado suspeitas de matar e esquartejar o corpo de uma criança de 9 anos em Samambaia, no Distrito Federal. Partes do corpo foram encontradas por moradores próximo a um bueiro e, posteriormente, por policiais na casa das duas.

A suspeita da Polícia Civil é de que a mãe do menino, Rosana Auri da Silva Cândido, de 27 anos, e a companheira dela, Kacyla Pryscila Santiago Damasceno Pessoa, 28, tenham cometido o crime bárbaro. As duas foram presas em casa, onde os policiais encontraram duas mochilas com outras partes do corpo da criança.

A irmã do menino, de 8 anos, estava na casa e foi acolhida pelo Conselho Tutelar. Ela teria dito que a mãe matou o irmão. Já os policiais disseram que o corpo  também foi queimado em uma churrasqueira.

A investigação da Polícia Civil aponta que o crime bárbaro ocorreu na noite de sexta-feira e começou a ser descoberto depois que um grupo de meninos que jogava bola viu uma mulher deixando uma mala próximo a um bueiro. Quando a mulher saiu do local, os jovens foram conferir e notaram que a mala tinha partes de um corpo. A polícia foi acionada e, com ajuda dos jovens, conseguiu chegar até a casa das mulheres.

Conforme a polícia, Rosana e Kacyla são de Rio Branco, no Acre, e fugiram de lá com as crianças há cinco anos após perderem a guarda dos filhos para os pais. A família morava em Samambaia, no DF, há dois meses. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.